Magia / O que são os 72 daemons da Goétia?

Antes de tentar entender sobre os 72 daemons da Goétia, é interessante entender o que é Goétia e a seguir, também vamos abordar sobre algumas das vertentes da Goétia e detalhes sobre a hierarquia dos daemons e outros detalhes sobre seus 4 reis maiores.

O que é Goétia?

A Goétia ou Ars Goetia é um conjunto de técnicas e procedimentos cerimoniais que visam evocar espíritos para que estes obedeçam ao magista e realize os desejos solicitados de acordo com a capacidade deste mesmo espírito. Por meio dessas técnicas o magista se utiliza do espírito sem que este exerça influência sobre o magista. Para isso, são utilizados uma série de selos e chaves de proteção, todas explicadas, ensinadas e detalhadas na Goétia. Uma vez que esses seres, ou melhor, alguns desses seres, aparecem nos mais diversos segmentos relacionados ao Ocultismo, é importante que se tenha ao menos um estudo e conhecimento básico sobre o assunto.

A pronúncia correta em português para a palavra Goétia é "Goécia".

Os 72 daemons da Goétia

Veja a Descrição completa de cada um dos 72 Daemons da Goétia

01 - Bael
02 - Agares
03 - Vassago
04 - Samigina
05 - Marbas
06 - Valefor
07 - Amon
08 - Barbatos
09 - Paimon
10 - Buer
11 - Gusion
12 - Sitri
13 - Beleth
14 - Leraje
15 - Eligos
16 - Zepar
17 - Botis
18 - Bathin
19 - Saleos
20 - Purson
21 - Marax
22 - Ipos
23 - Aim
24 - Naberius
25 - Glasya-Labolas
26 - Bune
27 - Ronove
28 - Berith
29 - Astaroth
30 - Forneus
31 - Foras
32 - Asmoday
33 - Gaap
34 - Furfur
35 - Marchosias
36 - Stolas
37 - Phenex
38 - Halphas
39 - Malphas
40 - Raum
41 - Focalor
42 - Vepar
43 - Sabnock
44 - Shax
45 - Vine
46 - Bifrons
47 - Vual
48 - Haagenti
49 - Crocell
50 - Furcas
51 - Balam
52 - Alloces
53 - Caim
54 - Murmur
55 - Orobas
56 - Gremory
57 - Ose
58 - Amy
59 - Orias
60 - Vapula
61 - Zagan
62 - Valac
63 - Andras
64 - Haures
65 - Andrealphus
66 - Cimejes
67 - Amduscias
68 - Belial
69 - Decarabia
70 - Seere
71 - Dantalion
72 - Andromalius

Especialidades e poderes dos 72 espíritos da Goétia

Goétia de Salomão

PROBLEMAS COM ÁLCOOL / DROGAS
10 - BUER

ANIMAIS
24 - NABERIUS; 53 - CAIM; 62 - VALAC

VIAGEM / PROJEÇÃO ASTRAL
01 - BAEL; 18 - BATHIN; 32 - ASMODAY; 33 - GAAP; 51 - BALAM

PERGUNTAS E RESPOSTAS
03 - VASSAGO; 11 - GUSION; 20 - PURSON; 29 - ASTAROTH; 32 - ASMODAY; 35 - MARCHOSIAS; 37 - PHENEX; 55 - OROBAS; 57 - OSE

NEGÓCIOS / AJUDA NO TRABALHO
09 - PAIMON; 11 - GUSION; 15 - ELIGOS; 60 - VAPULA; 62 - VALAC; 68 - BELIAL

CARISMA / TALENTO / HUMOR
22 - IPOS; 31 - FORAS; 51 - BALAM; 61 – ZAGAN

CLARIVIDÊNCIA
29 - ASTAROTH; 32 - ASMODAY

DECISÕES
01 - BAEL; 17 - BOTIS; 26 - BUNE

FORNECEM FAMILIARES
09 - PAIMON; 10 - BUER; 20 - PURSON; 21 - MARAX; 33 - GAAP; 39 - MALPHAS; 43 - SABNOCK; 44 - SHAX; 52 - ALLOCES; 58 - AMY; 67 - AMDUSCIAS; 68 - BELIAL; 69 - DECARABIA

PREVER O FUTURO
03 - VASSAGO; 07 - AMON; 08 - BARBATOS; 11 - GUSION; 20 - PURSON; 22 - IPOS; 28 - BERITH; 29 - ASTAROTH; 45 - VINE; 47 - VUAL; 51 - BALAM; 55 - OROBAS; 64 - HAURES

AMIZADE (OBTENÇÃO E RECONCILIAÇÃO)
07 - AMON; 08 - BARBATOS; 11 - GUSION; 17 - BOTIS; 22 - IPOS; 29 - ASTAROTH; 62 -VALAC

POSSESSÕES
32 - ASMODAY

SAÚDE / CURA
05 - MARBAS; 06 - VALEFOR; 10 - BUER

ERVAS
18 - BATHIN; 21 - MARAX; 31 - FORAS; 36 - STOLAS; 46 - BIFRONS; 69 - DECARABIA

HONRAS / STATUS / PROMOÇÕES
09 - PAIMON; 11 - GUSION; 28 - BERITH; 29 - ASTAROTH; 30 - FORNEUS; 55 - OROBAS;68 - BELIAL

INTELECTO / SABEDORIA / CONHECIMENTO
01 - BAEL; 05 - MARBAS; 06 - VALEFOR; 25 - GLASYA-LABOLAS; 26 - BUNE; 29 - ASTAROTH; 48 - HAAGENTI; 49 - CROCELL; 51 - BALAM; 60 - VAPULA; 61 - ZAGAN

PROCESSOS LEGAIS (JUDICIAIS)
15 - ELIGOS

AMOR
07 - AMON; 12 - SITRI; 13 - BELETH; 14 - LERAJE; 15 – ELIGOS; 16 – ZEPAR; 19 - SALEOS; 32 - ASMODAY; 33 - GAAP; 34 - FURFUR; 40 - RAUM; 47 - VUAL; 56 - GREMORY; 71 - DANTALION

MILITARES
15 - ELIGOS; 43 - SABNOCK; 42 - VEPAR; 66 - CIMEJES

DINHEIRO
26 - BUNE; 40 - RAUM; 58 - AMY; 72 - ANDROMALIUS

MÚSICA
67 - AMDUSCIAS

NECROMANCIA
04 - SAMIGINA; 24 - NABERIUS; 26 - BUNE; 46 - BIFRONS; 54 - MURMUR; 58 - AMY

NÚMEROS / SORTE
62 - VALAC

PASSADO / PRESENTE
03 - VASSAGO; 07 - AMON; 08 - BARBATOS; 11 - GUSION; 17- BOTIS; 20 - PURSON; 22 - IPOS; 25 - GLASYA-LABOLAS; 28 - BERITH; 33 - GAAP; 45 - VINE; 47 - VUAL; 51 - BALAM; 55 - OROBAS; 56 - GREMORY; 64 - HAURES

POESIA
37 - PHENEX

POLÍCIA E QUESTÕES JUDICIAIS
15 - ELIGOS

MAGOS
02 - AGARES; 06 - VALEFOR; 21 - MARAX; 33 - GAAP; 39 - MALPHAS; 45- VINE; 46 - BIFRONS; 55 - OROBAS; 62 – VALAC; 64 - HAURES; 70 - SEERE

PEDRAS
18 - BATHIN; 21 - MARAX; 24 - NABERIUS; 31 - FORAS; 36 - STOLAS; 46 - BIFRONS

PODER / VALOR
17 - BOTIS; 22 - IPOS; 35 – MARCHOSIAS

ADIVINHAÇÃO
66 - CIMEJES

ASTROLOGIA
21 - MARAX; 46 - BIFRONS; 50 - FURCAS; 58 - AMY

GEOMANCIA
32 - ASMODAY

HIDROMANCIA
53 - CAIM

OCULTISMO
25 - GLASYA-LABOLAS

QUIROMANCIA
50 - FURCAS

PIROMANCIA
50 - FURCAS

PROTEÇÃO FÍSICA E ESPIRITUAL
45 - VINE; 55 – OROBAS; 66 – CIMEJES

PERSUADIR PESSOAS
32 - ASMODAY; 68 - BELIAL; 71 – DANTALION

Possíveis origens da Goétia

A palavra em grego clássico: γοητεία (goēteía) significa "feitiçaria, truques", de γόης (góēs) "feiticeiro, bruxo" (plural: γόητες góētes).
Este conceito era presente desde o início do imaginário de magia no mundo greco-romano. Górgias não distinguia "mageia" de "goēteia" e empregou ambos os termos como uma analogia para se referir ao poder encantador da palavra na arte retórica, no Elogio de Helena: "duas técnicas de persuasão são encontradas, e que são os erros da alma e as opiniões do espírito". Fontes posteriores consideraram exclusivamente o termo da goécia como se referindo à invocação (geralmente compulsória) dos mortos ou à necromancia, como na definição da Suda (século X)

Outra poossível origem é a seguinte: A palavra Goety pode ter vindo do latim e tem como tradução para o português a palavra "uivar", e portanto Ars Goetia significaria A Arte de Uivar, tendo este nome pois os antigos acreditavam que os lobos ao uivarem estavam "chamando" espíritos.

Ninguém sabe ao certo qual a origem da Goétia, alguns dizem que ela foi entregue pelos Anjos para o rei bíblico Salomão. Fontes mais coerentes dizem que tal grimório foi escrito na Idade Média, por um magista que desenvolveu o sistema e registrou alguns de seus contatos com entidades capazes de atendê-lo por ele. Para popularizar o sistema sem ter problemas com a Inquisição Católica, o autor original teria nomeado o grimório de Chave de Salomão, esquivando-se da fama de demonólatra e popularizando o livro com o nome de um personagem histórico (prática comum na Idade Média).

Ars Goetia era o título da primeira seção de A Chave Menor de Salomão (Lemegeton), e que contêm descrições dos 72 (setenta e dois) demônios que o Rei Salomão se diz ter evocado e confinado em um vaso de bronze selado com símbolos mágicos. O Ars Goetia atribui uma posição e um título de nobreza a cada membro da hierarquia infernal.

Os nomes dos demônios são tomadas a partir da Ars Goetia, que difere de termos de número e classificação do Pseudomonarchia Daemonum. Como resultado de múltiplas traduções, existem vários dados para alguns dos nomes que constam de artigos que lhe dizem respeito.

Goétia de Salomão ou Salomônica

As Clavículas de Salomão (do latim Clavis Salomonis) também conhecido como As Chaves de Salomão é um dos mais conceituados livros de ocultismo da história. Ao mesmo tempo em que é referência frequente em outros tantos tratados e citado constantemente por vários ocultistas.

O livro (grimório) As Clavículas de Salomão descreve sobre as técnicas e procedimentos magisticos para evocar e/ou invocar seres espirituais e coloca- los a favor do mago. A origem do grimório é incerta e a autoria atribuída ao bíblico Rei Salomão também é pouco provável.

É possível que livro Clavis Salomonis tenha sido elaborado no século XII da era cristã na região antiga do Império Bizantino (parte da Europa, África e Ásia); Apesar de ter ganhado notoriedade apenas a partir do século XVII com o Renascimento. Mesmo assim, há algumas versões que surgiram no mesmo período e têm uma estrutura bastante diferente entre si, tanto de conteúdo quanto de linguagem. Fato que apenas amplia as lacunas sobre a real procedência do original.

A Goétia de Samuel Liddell MacGregor Mathers

A Versão mais conhecida da Goétia Salomônica, foi escrita pelo mago inglês Samuel Liddell MacGregor Mathers.
Mathers foi um ocultista britânico, e juntamente como Dr. William Wynn Westcott e Dr. William Robert Woodman, fundaram a Ordem Hermética da Aurora Dourada - Golden Dawn. Mathers foi o responsável direto pela fundamentação e desenvolvimento ds técnicas magisticas, rituais e documentos da Golden Dawn. Uma das obras mais importantes de Mathers foi o Lemegeton, o qual foi baseado em documentos que derem origem a uma obra mais antiga que abordaremos em breve, a Goétia do Dr Rudd.

A Goétia contida no Lemegeton foi reformulada e adaptada aos tempos atuais e contém diferenças bem significativas se comparada aos documentos originais. Muitos consideram que a Golden Dawn otimizou e melhorou o sistema, outros magistas mais tradicionais, preferem seguir a versão mais antiga da Goétia - A Goétia do Dr Rudd.

Em nosso curso gratuito abordaremos a teoria e a prática da versão da goétia de Samuel Liddell MacGregor Mathers, com algumas pequenas adaptações. Conheça nosso curso gratuito agora mesmo - CLIQUE AQUI

A Goétia de Aleister Crowley

Aleister Crowley, ou Edward Alexander Crowley, foi um grande mago inglês que, posteriormente, se tornou membro da Golden Dawn e carrega até hoje o título de um dos mais influentes ocultistas de todos os tempos. Crowley foi responsável pela fundação de uma doutrina (ou filosofia, dependendo do ponto de vista) que batizou de Thelema. Ele foi o co-fundador da A∴A∴ e, mais tarde, um líder da O.T.O.

A primeira versão da Goétia desenvolvida por Aleister Crowley, possuí bases na Goétia de Salomão, porém com algumas modificações. Estas modificações estão relacionadas a percepção sobre o que os daemons realmente são. Crowley passou décadas defendendo a tese de que os daemons são forças da nossa mente e, desta forma, toda ritualística é focada nisso.

Posteriormente, Crowley modificou mais ainda o sistema, utilizando-se de técnicas de orgasmo sexual para facilitar a evocação dos daemons.
Após a criação de Thelema, uma nova versão da Goétia foi criada, esta versão modificou toda simbologia e nomes divinos para nomes divinos ligados à deuses de Thelema.

A Goétia do Dr Rudd

Thomas Rudd foi um mago erudito do início do século XVII contemporâneo ao Dr. John Dee, o pai da Magia Enoquiana. Sabemos que existem muitas edições da Goetia, das quais a mais famosa é a de Joseph Peterson, mas este volume mostra como a Goetia era realmente praticada por magistas nos séculos XVI e XVII.

Apesar da Goétia do Dr Rudd ser baseada em documentos mais antigos, esta se tornou conhecida posteriormente à Goétia de Mathers e Crowley. Este raro volume contém uma transcrição de um manuscrito até então inédito do Lemegeton e inclui ilustrações tiradas de manuscritos raros mantidos na Biblioteca Britânica. A maior diferença está na utilização de anjos contrários para frustrar ou subjulgar os daemons. Cada um dos 72 daemons é frustrado por um anjo cabalístico.

Muitos magistas consideram esta versão a mais segura conhecida. A Goétia do Dr Rudd é abordada em sua teoria e prática em nosso curso avançado de Goétia. Conheça nosso curso avançado agora mesmo - CLIQUE AQUI

Outras vertentes da Goétia

Atualmente muitas ramificações da Goétia foram criadas e cada uma delas possuí sua particularidade. Ao que se sabe, todas são perfeitamente funcionais, pois a única coisa necessária para se entrar em contato com um daemon, é o selo do mesmo. No entanto, isso pode ser extremamente perigoso, a falta de segurança de muitas destas vertentes ou métodos podem trazer o problemas para os magistas praticantes de algumas destas ramificações.

Dentre as vertentes mais conhecidas podemos citar: Goétia de Thelema; Luciferiana; Pathworking; Palavras de Poder e muitos outros.

Goétia de Thelema

Como mencionado antes, Aleister Crowley foi o fundador da Thelema, esta que pode ser considerada uma doutrina possuí suas próprias divindades e quando Crowley adaptou todo sistema da Goétia de Salomão para Thelema, fez-se necessário adaptar os nomes originais contidos nas ferramentas e conjurações para tais divindades.

Em Thelema, inicialmente, os daemons eram tratados como parte da psique humana, e todo processo de evocação se baseia nestes fundamentos. É interessante salientar que Crowley acreditou por décadas neste conceito, mas perto do final de sua vida ele mudou seu pensamento e voltou atrás, afirmando que os daemons são seres espirituais externos.

Goétia Luciferiana

A Goécia Luciferiana é uma abordagem mais recente da Goétia tradicional e tem por base a veneração a Lucifer. A autoridade do magista, nesta forma de evocação, é interna, e seu nível vibracional é baixado até níveis compatíveis com os Daemons, para que a comunicação ocorra de forma mais próxima. Nesta vertente, os Daemons são entidades que auxiliam na jornada individual e agem em consonância com a própria Vontade do magista.

Uma das diferenças entre a Goetia Salomonica da Luciferiana é a forma como as entidades/demônios são tratadas.
Enquanto na primeira o espírito é subjulgado pelo magista, na segunda os conjuros os tratam de forma mais amigável. Outra diferença é com relação aos símbolos e conjurações utilizados durante o ritual, além de oferendas materiais feitas aos daemons.

Observe o conjuro de saudação da Goetia Luciferiana:

Saudação do Espírito
"Seja Bem-vindo Espírito XXXXXXX. Seja bem-vindo neste lugar de reunião da encruzilhada. Eu lhe chamei, para se juntar a mim, pela união do Céu e do Inferno. Eu deixo isto dentro deste círculo para que você pegue a carne e o desejo dentro do teu Sigilo de Conjuração, com o qual eu lhe dou a vida. Tu não deixará esse círculo até que eu esteja satisfeito, porque eu te trouxe ao mundo da carne mais uma vez...

Goétia Pathworking

A tradução literal para o português da palavra Pathworking é algo como trabalhando o caminho, e é exatamente esta a ideia por trás deste método de contato com os daemons goéticos. Este método parte do príncípio que não é o daemon que vem até você, mas sim você que vai até o daemon através de uma espécie de viagem astral.

Apenas com o selo do daemon e algumas técnicas de meditação e visualização é possível entrar em contato com os daemons. Este método divide opiniões entre os magistas, pois descarta completamente as ferramentas mágicas e conjurações de proteção. Para os magos mais tradicionais, é extremamente perigoso e muitos consideram até mesmo uma afronta aos ritos tradicionais.

Palavras Goéticas de Poder

O método da Goétia conhecido como Palavras Goéticas de Poder, foi desenvolvido e divulgado pelo escritor Tristan Whitespire por meio de seu livro Goetic Words of Power. Trata-se de um método simplificado em que somente é necessário a utilização do selo do daemon para a evocação. O selo utilizado, não é exatamente o mesmo da Goétia tradicional, mas sim uma adaptação que contém além do sigilo do daemon, nomes de anjos cabalísticos e outros nomes de autoridades divinas.

Diferente do Pathworking, este método possuí um sistema de segurança embutido nele, pois utiliza-se do anjo cabalístico contrário ao daemon, assim como na Goétia do Dr Rudd. Este método também utiliza de palavras em hebraico para conjurar os daemons, é daí que vem o nome de Palavras Goéticas de Poder.

O método Palavras Goéticas de Poder é abordado em sua teoria e prática em nosso curso avançado de Goétia. Conheça nosso curso avançado agora mesmo - CLIQUE AQUI

O que são os 72 daemons da Goétia?

Os 72 daemons da Goétia

Os espíritos da Goétia, também chamados de daemons, gênios, demons ou daimons são entidades que existem desde os primórdios da humanidade e nunca tiveram vida física(nunca foram encarnados). Existem 72 espíritos, cada um deles possui determinadas habilidades para auxiliar os humanos em realizações neste plano físico. Existem algumas teorias dentre muitas que explicam o que são os Espíritos da Goetia, quais suas origens e como realizam nossos desejos. Apresento logo abaixo algumas das teorias mais difundidas entre magistas, magos e bruxos.

Entidades espirituais

Esta teoria pressupõe que os Daemons são espíritos ancestrais que são evocados para realizar os desejos humanos. O ritual de evocação abre um portal que liga a região onde o daemon solicitado se encontra e a região onde o magista está. Esta teoria é muito difundida e trata os Daemons como entidades únicas. Algumas variações desta teoria dizem que são espíritos infernais (demônios) e outras dizem que são Deuses antigos que foram esquecidos com o passar dos milénios.

Energias personificadas

Esta teoria diz que os Daemons são energias onipresentes neste mundo. Estas energias representam os fenômenos e componentes da natureza que através do ritual de evocação se manifestam personificadas. A forma com que muitos deles aparecem (partes de corpo de animais e humanos) também fundamenta esta teoria. A energia que se manifesta é considerada uma pequena parte da energia existente, isso explica como o mesmo Daemon pode se manifestar em vários lugares ao mesmos tempo.

Materialização do nosso subconsciente

De acordo com esta teoria, os Daemons são parte do nosso subconsciente e o ritual é um processo que faz com que nosso subconsciente se ligue ao nosso consciente. Desta forma a realidade pode ser alterada dentro do que é possível. Trata-se da materialização dos nossos desejos e explica o motivo de uma mesma evocação ter efeitos diferentes para pessoas diferentes.

Independentemente o que os daemons são, o fato é que possuem poderes capazes de auxiliar nós humanos neste plano físico. Cada espírito possui habilidades específicas para determinadas tarefas.

O texto a seguir é tirado diretamente do ensaio introdutório, A Interpretação Iniciada da Magia Cerimonial na Goécia. As operações da Magia cerimonial consistem em;

1 - vista - o círculo, quadrado, triângulo, vasos, lâmpadas,
2 - vestes, implementos, etc
3 - som - as invocações
4 - cheiro - os perfumes
5 - gosto - os sacramentos
6 - toque - ver 1
7 - mente - combinação de todos estes e reflexão sobre o seu significado

Essas impressões incomuns (1-6) produzem mudanças cerebrais incomuns, portanto, seu resumo (7) é do tipo incomum. Sua projeção de volta ao mundo aparentemente fenomenal é, portanto, incomum. Aqui, então, consiste a realidade das operações e efeitos da magia cerimonial, e eu entendo que a apologia é ampla, na medida em que os "efeitos" referem-se apenas àqueles fenômenos que aparecem para o próprio mago, a aparência do espírito, sua conversa. , possíveis choques da imprudência, e assim por diante, até o êxtase de um lado, e a morte ou a loucura do outro.

Mas será que algum dos efeitos descritos em nosso livro Goetia pode ser obtido? Em caso afirmativo, você pode dar uma explicação racional das circunstâncias? Te dizer isso? Eu posso, e vou: Os espíritos da Goetia são porções do cérebro humano. Seus selos, portanto, representam métodos de estimular ou regular esses pontos específicos (embora o olho).

Os nomes de Deus são vibrações calculadas para estabelecer: Controle geral do cérebro. (Estabelecimento de funções relativas ao mundo sutil.) Controle sobre o cérebro em detalhes. (Posto ou tipo do Espírito.) Controle de uma porção especial. (Nome do Espírito.)

(…) Se, então, digo com Salomão: 'O Espírito Cimieries ensina lógica', o que quero dizer é: 'Aquelas partes do meu cérebro que servem à faculdade lógica podem ser estimuladas e desenvolvidas seguindo os processos chamados' A Invocação de Cimieries. Salomão nos promete que podemos, obter informações, destruir nossos inimigos, entender as vozes da natureza, obter tesouro, curar doenças. Eu tomei esses cinco poderes em considerações aleatórias de espaço que me impedem de explicar tudo. Traz fatos da subconsciência. Aqui chegamos a um fato interessante. É curioso notar o contraste entre os meios nobres e os fins aparentemente vil dos rituais mágicos. Estes últimos são disfarces para verdades sublimes. "Destruir nossos inimigos" é perceber a ilusão da dualidade, excitar a compaixão.

Um naturalista cuidadoso entenderá muito das vozes dos animais que estudou por muito tempo. Até mesmo uma criança sabe a diferença do miauling e do ronronar de um gato. A faculdade pode ser muito desenvolvida. A capacidade de negócios pode ser estimulada. Estados anormais do corpo podem ser corrigidos, e os tecidos envolvidos trazidos de volta ao tom, em obediência às correntes iniciadas no cérebro. Então, para todos os outros fenômenos. Não há efeito verdadeiramente e necessariamente miraculoso.

Os 4 grandes reis da Goétia

Em demonologia, os 72 daemons da goétia são governados por 4 (quatro) grandes governantes (Reis) do inferno, estes governantes representam os 4 elementos (terra, fogo, água e ar) e os 4 pontos cardeais básicos (Norte, Sul, Leste, Oeste).

Os quatro grandes reis são geralmente chamados de Oriens, ou Uriens, Paymon ou Paymonia, Ariton ou Egyn e Amaymon ou Amaimon. Pelos rabinos são conhecidos sob os nomes de: Samael, Azazel, Azael e Mahazael.

Alguns nomes de reis aparecem trocados ou até mesmo são outros nomes dependendo do grimório. Por exemplo, no grimório "A Chave Menor de Salomão", o rei do Sul se chama Goap e no grimório "Pseudomonarchia Daemonium" o rei do Sul se chama Amaymon, estes são apenas exemplos de nomes trocados. Abaixo listarei todos os nomes dos grandes Reis, seu respectivo elemento, direção cardeal e também os daemons a ele subordinados.

Grande Governante: Goap - Amaymon - Amaimon - Mahazael

Elemento:Fogo
Direção:Sul

DAEMONS:

01-Bael
08-barbatos
10-Buer
14-leraje
23-Aim
25-Glasya-Lebolas
28-Berith
34-Furfur
35-marchosias
38-Halphas
40-Raum
43-Sabnock
52-Alloces
58-Amy
63-Andras
64-Haures
68-Belial
72-Andromalius

Grande Governante: Ziminar - Paymon - Paymonia - Azazel

Elemento:Agua
Direção:Oeste

DAEMONS:

03-Vassago
04-samigina
07-Amon
09-Paimon
11-Gusion
15-Eligos
17-Botis
22-Ipos
30-Forneus
41-Focalor
42-Vepar
45-Vine
47-Vual
49-Crocell
54-Murmur
55-Orobas
56-Gremory
71-Dantalion

Grande Governante: Corson - Egyn - Ariton - Azael

Elemento:Terra
Direção:Norte
DAEMONS:

02-Agares
06-Valefor
12-Sitri
13-Beleth
16-Zepar
18-Bathin
19-Saleos
20-Purson
21-Marax
26-Bune
29-Astaroth
31-Foras
46-Bifrons
48-Haagenti
51-Balam
61-Zagan
62-Volac
66-Cimejes

Grande Governante: Amaymon - Oriens - Uriens - Samael

Elemento:Ar
Direção:Leste

DAEMONS:

05-Marbas
24-Naberius
27-Ronove
32-Asmoday
33-Gaap
36-Stolas
37-Phenex
39-Malphas
44-Shax
50-Furcas
53-Caim
57-Ose
59-Orias
60-Vapula
65-Andrealphus
67-Amduscias
69-Decarabia
70-Seere

Conheça mais sobre os 4 grandes Reis da Goétia

Amaymon - Rei do Sul
Egyn - Rei do Norte
Oriens - Rei do Leste
Paymon - Rei do Oeste

Natureza astral e elemental dos daemons

Além das breves descrições sobre os daemons da goetia contidas nos grimórios, existe outra forma de saber quais são as habilidades e capacidades dos espíritos goéticos.Para saber qual daemon é mais aconselhável utilizar em um trabalho espiritual, devemos conhecer sua natureza astral e elemental. Embora haja algumas controversias, a natureza astral e elemental da maioria dos daemons está de acordo em diversos grimórios. Através disso podemos utilizar estes conhecimentos combinados para selecionar o daemons mais indicado para um determinado trabalho. Usarei como exemplo o daemon de número 26, Bune;

De acordo com a Chave menor de Salomão, Bune é um daemon que é regido pelo planeta Vênus e seu elemento é a terra.
Astrologicamente Vênus expressa o desejo de cooperar, a generosidade, afeição e ternura. Desperta a vontade de travar relacionamentos que sejam equilibrados, harmônicos, incute no ser mais amor, alegria, consideração, o desejo de dividir, a educação, o modo certo e calmo de agir.
Agora devemos analisar a natureza elemental deste mesmo daemon. A terra é a responsável por todos os poderes vinculados a questões de sustentação, prosperidade, fartura, abundância e equilíbrio. Este elemento é responsável por nos dar a sustentação necessária para que possamos continuar a caminhada nesse mundo.

Analisando estas características astrais e elementais, podemos concluir que Bune é um espírito de cooperação, negociação e auxilia em questões de prosperidade material. São estes fatores que tornam Bune um dos espíritos da goetia mais utilizados em pactos de riqueza e evocações para auxilio financeiro.

Esta análise pode ser feita para qualquer entidade, e não somente para a goétia. Todo e qualquer espírito é regido por um planeta e por um elemento, basta descobri-los para saber de que forma este espírito melhor trabalha e quais as suas forças.



Esta postagem lhe foi útil? Por favor, deixe seu comentário, dúvida, crítica ou sugestão logo abaixo. Seu comentário é importante para nós. Lembrando que não colocamos anuncios nem links que redirecionam para outras páginas, tudo isto, visando a facilidade de acesso ao nosso conteúdo e downloads

Desejo ser notificado sobre respostas deste comentário.



Comentários (25)

Fabiana

Postado: 14/04/2022 - 16:56h
Avaliação: 5.0

Leviatã (o demônio) teria alguma relação na Goetia? E se têm. Qual Daemon aqui relacionado acima faria alguma referência à ele? Pois Leviatã é um dos líderes do inferno. Assim como Lúcifer, Asmodeus,...

Sandra Regina

Postado: 31/03/2022 - 18:37h
Avaliação: 5.0

Gostaria de obter mais informações sobre o curso e respetivo valor assim como se é por módulos Att Sandra


Respostas ao comentário de Sandra Regina (1)


Mago da Luz

Postado: 01/04/2022 - 13:55h
Avaliação: 5.0

Olá Sandra, o curso possuí diversos pacotes diferentes, variando seu preço em R$19,90 - R$99,90 - R$189,00 e R$297. Para saber os módulos e vantagens de cada pacote consulte o link - https://sauderiqueza.com.br/aprenda-goetia-na-pratica-do-basico-ao-avancado

Luana Marques

Postado: 24/01/2022 - 09:20h
Avaliação: 5.0

Excelente conteúdo e didático.

Samael

Postado: 16/01/2022 - 14:38h
Avaliação: 5.0

Salve LÚCIFER MORNINGSTAR11 Salve LÚCIFER MORNINGSTAR Ave LÚCIFER MORNINGSTAR11 Etan LÚCIFER MORNINGSTAR Agios LÚCIFER MORNINGSTAR11 Hail LÚCIFER MORNINGSTAR11 Salve SATANÁS

marcos coelho

Postado: 15/12/2021 - 09:19h
Avaliação: 5.0

Não tinha conhecimento sobre este assunto estou muito fascinado com este novo conhecimento Obrigado e Parabéns.

RICARDO APARECIDO DUARTE

Postado: 12/07/2021 - 13:34h
Avaliação: 5.0

Olha vai me ajudar muito obrigado salvei vou fazer o q tenho q fazer .

José Flávio Peres

Postado: 28/05/2021 - 22:58h
Avaliação: 5.0

Achei muito interessante... Isso tem que ser estudado... Para nossa evolução universal... Gostei muito!!! Obrigado a todos

Carregar todos os comentários


Outras postagens da categoria Magia que podem lhe interessar

Os 72 nomes de Deus e o Sagrado Anjo Guardião
O que são os 72 daemons da Goétia?
Oráculo do Tarot - Tarô
Oráculo das runas nórdicas - Futhark
Oráculo das Runas das Bruxas
Pedras e Cristais Esotéricos


Fale conosco através do whatsapp